Você sabe respirar?

A primeira coisa que fazemos ao nascer e a última ao nos despedirmos da vida, respirar é o ato mais primordial. Não é exagero: pense em algo que você goste muito de fazer. Agora imagine isso sem respirar. Nem mesmo os mergulhadores de grandes profundidades sobrevivem sem respirar.

Então por que é difícil encontrar quem respire corretamente? A fisiologia explica que a respiração é parte do sistema nervoso autônomo. Ou seja, aquele que funciona por conta própria, sem precisar de estímulo consciente. Respiramos “no automático”, inconscientemente, apenas para mantermos a máquina funcionando.

O poder do pranayama

Um dos pilares do Yoga, o pranayama, ou expansão do prana por meio do controle da respiração (prana = energia vital – yama = controle – ayama = expansão) consiste em levar consciência à respiração. Tirar do “automático” e passar para o “controle manual”. Com a energia vital (prana) circulando por todo o corpo de forma organizada, nosso corpo desfruta de um grande bem-estar físico e também emocional. Essa técnica poderosa traz a mente, distraída por inúmeros estímulos, para o momento presente, criando uma conexão direta consciente/inconsciente.

Você já deve ter visto os praticantes de Yoga e também de meditação sentados em seus mats (tapetinhos), de olhos fechados, inspirando e exalando, concentrados. Eles estão abrindo as portas da percepção, ajustando o foco da mente para o aqui e o agora, aquietando as ondas cerebrais para que a prática seja aproveitada em sua totalidade.

Ao respirar conscientemente, você tem nas mãos a ferramenta para encaixar corpo, mente e energia: ao usar o corpo (respiração), você acalma a mente. Acalmando as ondas cerebrais, você acessa um estado de alto grau de consciência. Acessando esse estado você tem o poder de dirigir o fluxo de sua energia. Parece fácil mas é preciso treino.

Respire fundo….

Ao respirar profundamente você promove uma mudança sutil em seu corpo. Os pulmões se tornam elásticos, a quantidade de oxigênio aumenta a purificação do sangue e, como brinde, você ganha um organismo revitalizado, cheio de energia. Além disso, os movimentos da respiração profunda agem como uma massagem sobre o coração, estômago, pâncreas, fígado, rins e intestinos, estimulando cada um deles a fazer um grande trabalho. A saúde melhora sensivelmente e nota-se um aumento da energia vital.

As técnicas da respiração consciente servem não apenas para a prática de Yoga ou meditação. Elas podem e devem! – ser aliadas poderosas no dia-a-dia, trazendo nossa mente para o momento presente e restabelecendo calma e tranquilidade, liberando ansiedade, com uma dose espetacular de energia.

Inspire, exale. Inspire, exale…Viva a vida!

“Enquanto a respiração for irregular, a mente permanecerá instável. Quando a respiração acalmar, a mente permanecerá imóvel e o yogi conseguirá estabilidade. Por conseguinte, deve-se controlar a respiração.”

Extraído do livro Haha Yoga Pradipika , de Svãtmãrãma.

Por: Silvana Braggio