Ansiedade e Homeopatia

Ansiedade, do latim anxietas significa angústia, perturbação, incômodo, desconforto. Consiste em um grande mal-estar físico e psíquico com sensação de aflição e agonia, somado a um desejo (indefinido) veemente e impaciente.

Estado psíquico de medo gerado pela antecipação de um estado de perigo. Perigo que pode ter sido vivenciado (trauma) ou não, podendo ser provocado por acontecimentos externos ou conflitos internos.

Quando há perigo é natural que o corpo reaja: acelerando os batimentos cardíacos, aumentando a sudorese, criando tensão. No entanto, muitas vezes, estas reações são extremas e desproporcionais ao perigo real. Ai podemos falar da ansiedade como sintoma ou desequilíbrio.

São inúmeros os fatores desencadeantes: biológicos ou psicológicos. São estes: hipertireoidismo, pânico, fobias, perturbações obsessivas e compulsivas, stress pós-traumático, psicose entre outros.

Podem ser sinais de ansiedade: preocupação excessiva com pequenas coisas, problemas de sono, medos exagerados, tensão muscular, indigestão crônica, medo de falar em público, pânico, flashbacks de eventos traumáticos, perfeccionismo, comportamento compulsivo e repetitivo.

O tratamento consiste na associação de medicação e psicoterapia, abordando aspectos biológicos e conflitos psicológicos.

No que tange o tratamento médico da ansiedade a Homeopatia torna-se uma grande aliada. A terapia homeopática existe há mais de duzentos anos e o tratamento supõe a “cura pelo semelhante”, ou seja ao invés de remover o sintoma (e bloquear) auxilia o próprio organismo a reencontrar equilíbrio.

A Homeopatia não propõe um medicamento contra a ansiedade e sim um medicamento para cada sujeito ansioso, considerando a sua história e a de seu sintoma.

Desta forma tratar a ansiedade implica em conseguir diagnosticá-la e mapear o contexto no qual foi produzida.

Dr. Semy Kirillos Sauda
Homeopata